Deprecated: A função _register_skins está obsoleta desde a versão 3.1.0! Em vez disso, use Elementor\Widget_Base::register_skins(). in /home/u217151978/domains/abarca.net.br/public_html/wp-includes/functions.php on line 5379

Deprecated: A função _register_skins está obsoleta desde a versão 3.1.0! Em vez disso, use Elementor\Widget_Base::register_skins(). in /home/u217151978/domains/abarca.net.br/public_html/wp-includes/functions.php on line 5379
Networking– A importância da construção de uma base de relacionamento - Abarca | Comunicação Integrada

Abarca | Comunicação Integrada

Networking– A importância da construção de uma base de relacionamento

“O networking é uma corrente do bem que acontece quase naturalmente, seja para coisas pequenas, como gentilezas e favores, ou para a realização de negócios”.

A frase é do empresário Sergio Waib (apresentador do programa Giro Business, do canal Band News, citada na reportagem da revista Você S/A de junho deste ano) e ilustra um dos movimentos que está acontecendo no Vale do Sinos, no Rio Grande do Sul. Chamado Laços Networking & Conhecimento, o projeto é desenvolvido por um grupo de empresários de pequeno porte ou de profissionais liberais, que desejam, em um momento descontraído, promover novos relacionamentos tanto entre eles como convidados. O que chama a atenção no grupo, além da participação de mediadores, é a oferta de mimos produzidos por empreendedores indicados pelos membros do próprio grupo, a partir da sua rede de networking. Pode-se dizer que é networking dentro do networking. Um exemplo foi a degustação de risotos artesanais elaborados por um pequeno empreendimento em uma cidade vizinha a Novo Hamburgo, onde o Laços é realizado. Com a degustação, a empresa ampliou sua uma rede de potenciais consumidores na região. É a corrente do bem citada por Waib no início deste parágrafo.

O exemplo corrobora com os principais norteadores de como fomentar e atuar positivamente o networking, que nada mais é do que estar aberto a ajudar o outro e também exemplifica que networking não é somente para executivos ou profissionais que desejam ter “cartas na manga” na hora de mudar de cargo ou empregador. Demonstra como os empreendedores estão usando as redes para divulgar a si, seus produtos e seus contatos. Eu mesma tenho sido beneficiada com este processo, conhecendo e depois indicando empresas para a minha rede de contatos e também recebendo propostas a partir destas interações.

Mas afinal, o que é, de fato, o networking?

Para a construção desta cadeia, há algumas dicas que podem ser seguidas. Mas é muito importante ter em mente que o sucesso da sua iniciativa é decorrência de esforço, atenção e carinho com que você vai cuidar de cada contato que surge ao longo deste caminho.

Breves dicas:

  • Como “se chegar”

Quando participar de qualquer evento (palestra, conferência, cursos, encontros diversos, como os de antigos colegas), busque um envolvimento com pessoas novas, ao invés ficar com as quais você conhece. A timidez deve ser vencida e trabalhada a seu favor, fazendo perguntas genuínas sobre elas, ao invés de falar sobre si mesmo. Ouvir mais do que falar, nestes momentos, é crucial, pois a construção de uma conversa pode revelar mais sobre oportunidades de crescimento que poderão ser aproveitadas futuramente.

  • E depois?

Durante estes eventos, cartões ou outros materiais preciosos são trocados. Preciosos porque são eles que darão substância à sua rede, como nome completo, celular, e-mail. Armazene-os em um banco de contatos. Tem ferramentas digitais, como o Evernote, que exporta e categoriza um cartão de visitas fotografado. Então, você pode registrar ainda durante o evento, eliminado a desculpa de não ter tempo para o banco de cadastro.

Atrás do cartão ou do material, anote o que foi conversado, como alguma dica sobre determinado produto ou pessoa, ou se você deve entrar em contato logo após o encontro ou se enviará um e-mail para registro. Marque um café sempre que possível.

  • Criando redes de interesse

Nos eventos, é muito comum conhecer pessoas que têm hobbies, causas sociais ou interesses comuns aos seus que não sejam somente de trabalho. Você pode criar grupos virtuais para relacionar-se diretamente com elas, trocando ideias, artigos, dicas de leitura, compartilhar eventos interessantes, enfim, ser alimentado e alimentar o relacionamento através da troca de conteúdos. Exemplos são os grupos no Linkedin ou no Facebook.Lembre-se que a troca de conhecimento pessoal é enriquecedora. Ao sair do próprio círculo, cultivando amizades de outras áreas, suas oportunidades de indicar e ser indicado para novas experiências cresce absurdamente.

  • Seja autêntico e educado

Se eu desejo que as pessoas se aproximem de mim por interesses genuínos, o mesmo vale para quando eu me aproximar dos outros. Cultivar relacionamentos autênticos é a chave de tudo e a generosidade torna-se a “arma” principal. Portanto, mantenha-se ao lado das pessoas independente do momento profissional ou pessoal do seu contato.

Nunca aparente ser de um jeito em um contexto e agir de jeito diferente em outro. As pessoas sempre saberão se você está sendo coerente contigo mesmo.

Também não critique ou fale mal de alguém para o seu contato durante o evento. Isto demonstra falta de caráter e para o bom networking, é o mesmo que suicídio.

Também não vale se aproximar de um contato porque perdeu o emprego e quer que esta pessoa o ajude. Geralmente, o contato encara como interesse não genuíno.

Dê sempre uma resposta ou uma justificativa quando não puder comparecer a um evento para o qual foi convidado, lembrando sempre de agradecer por ter sido lembrado. E, principalmente, agradeça se um contato lhe indicou ou mencionou você de maneira positiva, quando você não estava presente. A indicação é a demonstração mais legítima de admiração que alguém pode ter de você.  Lembro que indiquei duas empresárias para dar entrevista em uma rádio, sabendo que, por ser de pequeno porte, não teriam condições de serem minhas clientes. O retorno? Um lindo cartão e uma caixa de bombons. Pagamento perfeito!!

A construção de amizades motivada por interesses mútuos também é um dos grandes benefícios do networking. Seu capital social se torna mais valioso e amplia sua capacidade de formar relacionamentos sólidos, pessoas e profissionais.

Fique atento às oportunidades que é capaz de gerar para os seus parceiros e contatos. Por mais que possam existir relações de ordem mais pessoal, não perca de vista que os envolvidos na sua rede têm como objetivo se desenvolverem, crescerem e realizarem seus projetos e sonhos profissionais. Portanto, não hesite em indicar e fazer “pontes” entre as pessoas.

Gostou do texto? Quer contribuir? Perguntar? Enviar sugestões?

Entre em contato<se estabeleça conosco esta conexão que tanto incentivamos.

Por Elizabeth Renz, jornalista, diretora da SENHA Comunicação Integrada e assessora de Imprensa da Abarca.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn