Abarca | Comunicação Integrada

O que o Coronavírus tem a ver com as Relações Públicas?

O que o Coronavírus tem a ver com as Relações Públicas?

 

Tudo. Simples assim. São e serão ações de Relações Públicas que ajudarão a sociedade como um todo a enfrentar uma das mais severas ameaças que se enfrenta na atualidade.

Como profissionais de comunicação, o Relações Públicas não evita que o vírus alcance as pessoas das empresas, os clientes, o fornecedores, pois trata-se de um problema de saúde pública, de vigilância sanitária, tanto no que diz respeito às medidas de saúde, no controle e o combate médico quanto à comunicação, com campanhas de informação de massa para orientação a toda população.

Mas como comunicadores, podemos atuar como facilitadores reforçando informações corretas e consistentes, transmitidas por autoridades, a fim de tornar todos os públicos que atuam na empresa melhor informados e conscientes tanto dos cuidados a tomar, quanto sobre as providências da empresa sobre as operações do dia a dia.

Exemplos?

Você ou sua empresa, COMO está comunicando as decisões tomadas sobre suas atividades?

Sim. As Relações Públicas é que vão elaborar o conteúdo e a maneira como você irá comunicar, para seus funcionários, seus fornecedores, seus clientes, a forma como seu negócio irá atuar nestes dias, semanas e meses em que a ameaça da pandemia irá se manter.

Comunicação para sua equipe –  As Relações Públicas deverão falar abertamente sobre todas as medidas de proteção aos funcionários. Neste caso, pode criar um grupo de gerenciamento de crise, pois há muitas dúvidas sobre como proceder. Desta forma, evita-se a “rádio corredor”, que agora deixa de ser na bancada do cafezinho para ser digital, o que propaga inseguranças de modo ainda mais rápido.

Tenha em mente que se as lideranças da empresa estão inseguras, imagina o funcionário. Por isto, converse com o departamento jurídico e elabore comunicados frequentes, respondendo dúvidas sobre:

– Como será o transporte até a empresa – caso for impossível o trabalho home office. Que tal contratar um transporte particular?

– Como será o trabalho home office – afinal, deve ser obedecido o horário normal.

– Como será a produção – caso sua empresa for uma indústria, por exemplo.

– Como sua empresa irá lidar com funcionários que estão em situação de risco: com mais de 60 anos; com problemas respiratórios e ou cardíacos. Eles merecem e precisam de atenção.

Crie peças curtas e criativas. Todos estão sob pressão e deixar a comunicação mais leve ajuda no ânimo da sua equipe – e sua também.

 

Comunicação com seus fornecedores – A produção irá diminuir, sejam de serviços sejam de produtos. As Relações Públicas da sua empresa entram em ação para enviar comunicados sobre como irá proceder neste período. Lembre-se de que são nestes momentos que as parcerias mais são importantes, igual a um casamento: a harmonia deve ser também -e principalmente – em tempos difíceis. Não deixe ninguém na mão ou sem resposta, porque quando tudo isto passar, você terá fornecedores mais engajados e fiéis.

 

Comunicação com seus clientes – Se sua empresa sempre disse que o cliente é fundamental, este é o momento de provar. Ele também está preocupado. Muito. Então, é aqui que as Relações Públicas arregaçam as mãos e criam conteúdos e ações colaborativas. Seu cliente precisará negociar preços e prazos. Como fornecedor, sua empresa também poderá atrasar as entregas. Como você vai comunicar tudo isto?

 

Comunicação junto à comunidade – O exercício da empatia deverá ditar o comportamento de muitas empresas. Como a sua está executando esta prática? As Relações Públicas poderão ajudar a desenvolver estratégias e ações para que sua empresa se consolide como um agente que pensa no outro.

Exemplos? Uma farmácia criou uma campanha dizendo que sua equipe está trabalhando para que o cliente fique em casa, ampliando a tele entrega. Outra empresa está contribuindo na doação de artigos de higiene para entidades carentes. Com a instalação de hospitais de campanha, que tal sua empresa doar roupas de cama?

A pandemia está presente e somente o isolamento pode reduzir a curva de contaminados. Acione seu setor de Relações Públicas para ajudar a fazer a diferença neste momento tão avassalador.

 

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn